Cuidando das Finanças

O título do Post dá um ar de seriedade, né?!? Pior é que o assunto é sério mesmo... É mais ou menos assim: " ano novo, vida nova... contas novas também". Até o dia de hoje (não sei daqui pra frente) eu sempre consegui pagar as minhas contas, é aquela história, chegava final do mês sem nenhum centavo pra contar história, mas as continhas estavam pagas. Quando comecei a trabalhar e minha mãe sempre deixou que eu gastasse o meu dinheiro como quisesse, mas como ela sempre foi muito organizada com as contas dela, acho que instintivamente eu acabei seguindo o mesmo caminho.
Mas... depois que eu casei com o "Contador" aí eu vi o que era Planejamento Financeiro...rsrsrs (ele é extremamente organizado com as contas)...rsrsrs não chego nem aos  seus pés, mas sempre eu montei, no mês de dezembro,  uma planilha no Excel que me guia durante o ano, nela eu lanço prestações, despesas que eu tenho todos os meses e também presentes de aniversário (já prevendo como um gasto para aquele mês) e coloco até o quanto eu pretendo gastar com presentes no Natal. É chatinho só fazer o primeiro ano, depois é só copiar e colar.

A minha fica mais ou menos assim:



 



Fiz no Excel porque fica mais fácil amarrar os ganhos com as despesas, mas se vc não souber é só anotar em um caderninho mesmo ou adaptar essa aqui embaixo de acordo com as suas necessidades, ela é bem completa...
Essa planilha eu conheci em uma palestra da BOVESPA, ela é excelente, é só fazer o download:
Isso tem me ajudado durante anos, depois que o bebê nasceu e acabou a minha licença maternidade, passei a conviver com outra realidade... a falta do salário, alí, todo mês... Aí que eu vi como gastamos dinheiro sem ser aquele das nossas prestações ou das contas, mas outros gastos que são diários e nem nos damos conta, a padaria, o supermercado, o lanche... como eu tenho anotado tudo isso num caderno para ter um controle percebi que realmente é muita coisa.
A verdade é que temos que prestar mais atenção aos gastos pequenininhos, às vezes um sorvetinho que tomamos todos os dias depois do almoço de R$ 1,00 (eu fazia isso quando eu trabalhava),  pode representar R$20,00 do seu salário no final do mês. Isso sem contar Avon, Natura, passeios no meio da semana no shopping... rsrsrs (Acho que por isso nunca sobra dinheiro).
Estou muito longe de ser uma pessoa organizada financeiramente ao longo da vida descobri que isso não está associado a ganhar muito, mas em saber gastar o que ganha, olhando a minha Carteira de Trabalho eu encontrei meu primeiro salário de R$ 0,87 centavos por hora... ri muito... mas me lembro que eu sempre me equilibrava e comprava umas coisinhas bacanas... como meu primeiro jogo de quarto.
Ah, mas o que esse discurso todo tem a ver com o Blog? Quando temos um bebê em casa devemos estar preparados para surpresas, gastos são inevitáveis, médico, remédios, talvez um táxi no meio da madrugada ou no meio de uma tempestade, fraldas, roupas e até brinquedos (sim...sim...) uma infinidade de emergências. E se tudo estiver anotadinho contornamos a situação e não comprometemos a estabilidade do nosso orçamento!

Que neste ano de 2013 nós consigamos equilibrar nossas finanças... rsrs

 Beijos...

Comentários

  1. Oi,
    Ta aí uma meta que eu precisava ter! rsrsrsrs....
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai ai ai... difícil isso né?!? Fazer o quê... é melhor tentar...rsrsrsr

      Excluir

Postar um comentário

Ah! Que bom, você vai comentar!!!!
Palpita aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Cheguei aos 33...

Amor de irmão