Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Dançamos...

Imagem
Vejo uma criaturinha crescendo, se transformando, sendo gentil, educado, um caráter se formando. Acho que ser mãe e pai, muitas vezes é algo preocupante, pensar como é grande a responsabilidade de ajudar na formação daquela vidinha. Pensar que ele será o cidadão de amanhã, que suas ações definirão como o mundo será daqui pra frente. O que será que ele enfrentará?

Corre, pula, brinca, faz manha... tenta manipular quando ficamos bravos, com um sorrisinho e um suspiro: "Ai mamãe!" "Ai papai"... É difícil ser firme nessas horas, dá vontade de rir!

- "O que é isso Caetano?"
- "Huuum! Delícia de chocolate!"
Tá bom! Já tinha achocolatado nos móveis, no sofá, no chão, na roupa dele...


Mas seguimos por aqui, aprendendo a ser pais! Pais que nasceram há 2 anos e meio e temos tantas responsabilidades pela frente!
Ontem:
"- Mãe, quelo ir na paça!" - Fomos à praça e ganhamos um belíssimo final de tarde de presente!!!



Outro dia voltando da escola, pa…

Fala, fala, fala

Imagem
Semana corrida, eu ansiosa, não publiquei por aqui! O filhote esteve doentinho, foram noites e noites sem dormir, acompanhando a febre, o nariz entupido e a manha. Porém, como tudo tem seu lado bom, imagina a criaturinha indo na consulta com a médica se comportando super bem, quando chega o tão esperado momento de ganhar o pirulito, ele solta:
- Obrigado 'Dotora'! Fomos ao delírio, a médica e eu! rsrsrs
 Fiz mil coisas, arrumei, organizei, criei mas faltou a inspiração para escrever, fiz um post, não gostei muito e acabei não publicando! Mas emoções e fofurices não faltaram,  meu marido trouxe para o pequeno uma sacolinha surpresa, cheia de balas, pirulitos e quando o filhote viu, logo falou:
-Presente!
Correu animado, pegou a sacolinha e em segundos estava com um pirulito na mão e fala para o pai:
- Adolei (adorei)! Que delicioso!

Tem fofura maior que essa? Bom, só quando se engasga com a água, tosse um pouquinho e diz:
- Pai, eu tô bem! Rsrsrs

Acredita que ainda estou às vol…

Mãe é mãe

Imagem
Uma das coisas mais legais que descobri depois que me tornei mãe é que os filhos são sempre pequenos, criaturinhas que recheiam nossas vidas de boas lembranças. Quando encontro uma senhora que puxa assunto sobre filhos conta várias histórias sobre as suas arterices e depois fala: "-Isso foi há muito tempo, hoje meu caçula está com 20 (30, 35, 40) anos!" Eu quase morro de amor! Isso acontece muito nos comentários aqui do blog, mamães que dividem excelentes histórias dos seus pequenos (gigantes)!

Acho que... Mãe:
- É quem coloca um fusca verde enorme dentro da bolsa porque o filho não quer mais carregar.
- Fica parada nas esquinas vendo ônibus e caminhões (vamos ao delírio quando é um carro de polícia ou o caminhão dos bombeiros e muitas vezes fazemos tchau).
- Fica presa na porta do banco porque a bolsa está cheia de Hotweels!
- Às vezes  tem paciência... às vezes não!
- Fica furiosa e meio segundo depois dá risada da situação.
- Repara nas perninhas gordinhas de todos os beb…

Presente de mãe para filha

Imagem
Outro dia fui ao hortifruti e vi um caixote lindão lá na porta, voltei, pedi para a moça e ela me deu! Ficou alguns dias aguardando inspiração e veio a ideia, seria uma cama para minha filhota de 4 patas!

O caixote estava tão bonito que  resolvi não pintar, vou deixar assim por um tempo até precisar de pintura!

Retirei a primeira tábua com a ajuda do filhote e utilizando uma chave de fenda:

Detalhe da almofada (segundo o filhote essa branca tem formato de "ração", o que eu adorei)

O teste para ver se daria certo:

E o uso:


Coloquei uns pés plásticos que eu comprei em uma loja de ferramentas, tinha pensado em colocar rodízios mas o Caetano sairia empurrando a Atena por aí.

Custaram 2 reais os quatro, são pés para serem encaixados em cadeiras, utilizei ao contrário.

Não preciso nem dizer que foi aprovadíssimo pela proprietária!

E aí? O que acharam? Beijos!

Um blog de chiliques

Imagem
Outro dia escrevi sobre idealizar o blog de um jeito e as coisas tomarem uma outra direção. Lendo minhas postagens antigas percebi o quanto escrevo sobre os frequentes chiliques do pequeno. Ri muito, acho que é mais uma forma de desabafo.

Aos poucos, aprendemos a lidar com as situações, contornar os perrengues e o que parecia interminável de repente, nem nos lembramos mais.
É impossível dizer que existe rotina na maternagem, temos novidades todos os dias, vemos um ser humano crescendo e se transformando e isso é mágico! Não existe fórmula a ser seguida, cada um cresce de um jeito e ao seu tempo, apenas conduzimos esse crescimento.

Olha o nosso pequeno no dia das fotos para o cartão de Páscoa,  quem disse que ele quis colocar as orelhinhas de coelho,  aceitou o coelho ali perto e olhe lá!
 Pensar que somos responsáveis pela formação do caráter de alguém é uma responsabilidade sem tamanho, já falei inúmeras vezes que o pequeno parece um gravador, repete tudo o que ouve e vê. Como ele t…