Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Manual de Instruções

Imagem
Filhos deveriam vir com manual de instruções.. sei lá... um passo a passo básico com as informações principais. Toda vez que eu vou no pediatra é a mesma história, levo uma listinha com as minhas dúvidas. O mês mais complicado, sem dúvida foi o segundo, foi o mês em que as mudanças foram mais bruscas. Me lembro que o meu bebê que nunca chorava à toa, teve uma reação horrível da vacina e chorou muito. Entrei em pânico, corri com ele para o Posto de Saúde aqui próximo a minha casa e pedi ajuda as enfermeiras e simplesmente ouvi: “Será que ele não está com fome?”. Eu disparei a chorar de raiva, era visível que ele chorava de dor, nem tive forças para esganar aquela insuportável. Fiz meu marido atravessar a cidade pra me buscar, e fui "salva" pela enfermeira responsável, ali do posto mesmo, que chegou e fez uma compressa com gelo na perninha do bb e ele parou de chorar. As vezes tudo o que precisamos é atenção mesmo, me senti tão feliz pelo gesto simples dela, que sou super agra…

Dilemas... o 1° Aniversário

Imagem
Faltam mais ou menos 5 meses pra o primeiro aniversário do bebê, mas se a ideia é preparar uma festa, já é hora de começar a ver os preparativos, afinal são tantos detalhes. Ainda estou em dúvida se realmente eu quero uma festa pra ele, são tantas coisas a considerar que eu fico um pouco preocupada, sempre sonhei com a festinha, um lugar bonito, todo enfeitado, ao ar livre, cheio de crianças brincando, com um cardápio bem legal adaptado para os bebêscurtirem muito... Será que dá certo? Será que os pais vão aproveitar um evento onde a bebida é suco?!?... kkkkk ... Acho que não, né?!?

Cada dia que passa é mais difícil esconder do Caetano o que estamos comendo, então nem passa pela minha cabeça servir um cardápio adulto e outro infantil, já que será complicado separar... aiaiai... dilemas de mãe. Lembro de uma festa que eu fui, festa de adulto mesmo, e o filho de 3 anos de uma amiga, virou uma lata de cerveja na boca pensando que era uma latinha de refrigerante, na hora rimos muito, mas é…

Passamos das 300 visualizações!

Obrigada!!! :)

Passa mesmo...

Imagem
Sabe aquela frase que toda mãe ouve desde o momento em que fica grávida: “Aproveita, que passa rápido!”. Vocês não vão acreditar... passa mesmo...ontem mesmo tínhamos um bebezinho pequenininho e dependente e agora temos um mocinho quase engatinhando, que grita para reivindicar seus direitos e dizer que não quer mais ficar no carrinho.

Entramos numa fase muito legal, o Caetano, segura brinquedos (e joga com a mesma habilidade), tenta pegar tudo o que está ao alcance de suas mãozinhas (isso inclui roupas em lojas e coisas no supermercado), emite sons, grita para os cachorros e  a super novidade... apareceu um dentinho hoje! E assim ele demonstra todos os dias que está crescendo e descobrindo o mundo.

Hoje eu olho para as futuras mamães na rua, com seus barrigões e fico pensando como essa fase é deliciosa e como é bom viver mesmo esse momento, todos os olhares são voltados para aquela criatura que carrega a coisa mais importante do mundo: a vida. Acho até que alguns tem uma pontinha de inv…

Fases... Muita mudança por aqui...

Imagem
O último ano foi um período muito especial, diferente de todos os outros anos que eu e meu marido passamos juntos, logo no início tivemos uma surpresa que mudaria para sempre as nossas vidas: a notícia que teríamos um bebê. Pode parecer estranho, porque já esperávamos por isso, mas a sensação quando tudo se confirma é de um pouquinho de medo.
Esperamos um pouquinho para espalhar a novidade, ficamos um tempo só nosso curtindo aquele momento, até que contamos... daí... tudo mudou.. tudo... mudamos a alimentação, em poucos meses nosso escritório se transformou em um quarto de bebê, só falávamos nisso, fazíamos planos, o dinheiro da viagem de férias se transformou em um carrinho, um berço e um guarda-roupas... rsrsrs. E pensa que isso foi ruim? ... que nada... curtíamos cada segundo. Logo nos primeiros ultrassons já tivemos a confirmação de que seria um menino e aí nosso mundo passou a girar em torno do menino... nosso menino.
Em pouco tempo eu engordava muito e o marido também, ele ficou g…

Mudanças...

Imagem
Sou aquele tipo de pessoa que faz algumas coisas sempre iguais, por exemplo, a 4 anos eu compro água mineral na mesma distribuidora, se eu sou bem atendida em uma loja eu compro sempre do mesmo vendedor e se não sou, não volto mais na loja (sou vingativa...rsrsrsrs), e por aí vai. Mas se existir uma coisa que eu gosto é mudança, minha casa vive em constante mutação, tiro as coisas de um lugar, coloco em outro, ajeito os móveis de um modo que eu acredito que fique melhor, mudo os enfeites, o lugar dos quadros, sempre fui assim.


Vejo a mudança, como um recomeço, uma nova oportunidade. Por que esse discurso todo? Estamos mudando de cidade... aqui pertinho... mas não deixa de ser algo novo para todos nós, apesar de estarmos indo todos, eu, o papai, o bebê e os bebês de 4 patas, estamos deixando muita coisa para trás. Os avós, os titios-padrinhos do filhote, nossos amigos... esses não tem como levar (só no coração)... fizemos um pacto de voltar todos os finais de semana.
Fico pensando no Ca…

Descobertas de um pai

Imagem
Minha gestação foi muito tranquila, muito mesmo, quando chegou no finalzinho tive uma diminuição grande da quantidade de líquido amniótico, teria que fazer repouso e talvez o parto não seria normal como eu queria. E assim passamos a acompanhar a gestação bem de pertinho fazia ultrassons de 15 em 15 dias. Quando chegou a primeira semana de novembro minha médica marcou a consulta em que deveríamos marcar o dia da cesárea, meu marido fez questão de ir, estava numa ansiedade que não cabia mais dentro dele, só que quando chegamos lá a médica notou que o repouso havia sido suficiente para que o líquido voltasse ao normal e poderíamos aguardar o parto normal.... imagina a cara de tristeza do pai...rsrsrs... ele estava certo de que em alguns dias veríamos o rostinho do bebê e agora teríamos que aguardar...

Passadas mais três semanas eu estava entrando na 41ª semana de gestação decidimos induzir o parto, não deu certo e foi feita a cesárea na noite do dia 21/11/2011. E o pai acompanhou tudo, t…

O Senhor Simpatia

Imagem
Desde o hospital o Caetano já mostrou que veio ao mundo para fazer a diferença, nasceu chorando, chorou na incubadora, chorava na hora do banho e aterrorizava o outro bebê do quarto... rsrsrs

Chegando em casa foi tudo muito normal e muito bom até os 9 dias... ai ai... os 9 dias...Até então ele chorava somente quando estava com fome, nesse dia eu tive uma consulta com minha médica e quando cheguei em casa ele começou a chorar e a pedir para mamar, e assim foi das 15 horas até as 6 da manhã do dia seguinte, fiquei em pânico, liguei para o médico e a confirmação: CÓLICAS, e o pior, elas durariam até mais ou menos 3 meses e aconteceriam sempre no mesmo horário. Quase morri do coração, afinal ele ficou a tarde e a noite acordado. Não foi assim, as cólicas duraram 2 meses, eram sempre por volta das 23 horas e duravam até umas 2 da manhã e assim foi, dificilmente ocorriam em horários diferentes. Eu sentia um pânico só de pensar em sair sozinha com ele, pensava que se ele tivesse uma crise eu …

A felicidade

Imagem
Ser mãe também é descobrir a felicidade diante da nossa janela... Esse texto lindo da Cecília Meireles, eu conheço a muito tempo e adoro essas palavras. Leio sempre e hoje trouxe para dividir com vocês. A ARTE DE SER FELIZ texto: Cecília Meireles HOUVE um tempo em que a minha janela se abria para um chalé. Na ponta do chalé brilhava um grande ovo de louça azul. Nesse ovo costumava pousar um pombo branco. Ora, nos dias límpidos, quando o céu ficava da mesma cor do ovo de louça, o pombo parecia pousado no ar. Eu era criança, achava essa ilusão maravilhosa e sentia-me completamente feliz.

HOUVE um tempo em que a minha janela dava para um canal. No canal oscilava um barco. Um barco carregado de flores. Para onde iam aquelas flores? Quem as comprava? Em que jarra, em que sala, diante de quem brilhariam, na sua breve existência? E que mãos as tinham criado? E que pessoas iam sorrir de alegria ao recebê-las? Eu não era mais criança, porém a minha alma ficava completamente feliz.

HOUVE um tempo e…

“Cliques, Cliques... milhões de cliques”

Imagem
Você tira fotos do seu bebê?
Ainda bem que foto “não gasta” senão meu filhotinho já estava magrinho, magrinho...rsrsrs
Eu já disse e repito: “AMO FOTOGRAFIA!” E depois que o Caê nasceu tenho um motivo muito especial para fotografar, registrar o crescimento dele. É sempre bom olhar fotos, vai me dizer que você não gosta?
Tenho várias fotos de quando eu era criança, minha mãe tomou o cuidado de registrar todo o meu crescimento e agora eu vou poder mostrar a minha história para o meu filho. E se ele tiver paciência terá uma infinidade de fotos e vídeos para conhecer a história dele também!
Vale tudo: câmera profissional, câmera digital, fotos em estúdio e até o celular, o que importa é manter esses momentos registrados. O banho, a frutinha, o suquinho, o pé na boca, o soninho, são eventos que têm a mesma importância que a formatura na faculdade!!! kkkkkk... Pelo menos para nós mães, sim!


Revelar essas fotos (Meu marido diz que foto digital não revelamos, imprimimos... a revelação era no film…